Atendimento Online x Presencial?


Atendimento Online x Presencial?

O Atendimento Online


Escrever que a demanda de atendimento online aumentou é algo óbvio nesse momento de pandemia. Há algumas matérias que corroboram essa premissa. Todavia, dividirei algumas coisas com você, meu caro leitor.


Quando cursava a Pós-Graduação, uma vez ou outra, pingava esse assunto na sala de aula.

Lembro que alguns professores não viam com bons olhos essa prática profissional. Argumentavam que não era a mesma coisa, que nada substituiria o atendimento presencial. Nas entrelinhas, ficava a sensação de que não era algo sério.

Mas deixo claro que essa é uma interpretação minha, já que nunca falou-se isso em sala de aula. Entretanto, sabemos que muito do que se diz não se verbaliza de maneira clara. Fica uma espécie de nuvem negra, pairando no ar.

Primeiro Contato


Há alguns anos, tive o primeiro contato com o atendimento online. A minha psicanalista me ofereceu essa modalidade por não residir mais em São Paulo e ficamos assim por um bom tempo. Foi uma ótima experiência, mesmo sabendo que, ao vivo, a dinâmica se expande, pois o ambiente não é tão limitado quanto o da internet.

No atendimento online, o paciente está enquadrado no campo de visão da webcam ou da câmera do celular. Ao vivo, o profissional realiza uma avaliação mais precisa do estado emocional do paciente. Contudo, isso não desmerece o trabalho realizado na modalidade online.

Prática Profissional


Bom, depois de alguns anos, comecei a atender nessa mesma modalidade. Gostei muito da experiência como paciente e vi com bons olhos esse início na área clínica. Estabeleci uma boa aliança terapêutica com os pacientes e o processo aconteceu de maneira natural e fluída.


Dessa forma, acredito que o maior problema está em acharem que a existência de um elimina a do outro. Parece que se cria uma rivalidade sobre a experiência. Qual é a melhor? Qual a mais válida? Será que aprenderei uma nova tecnologia? Será complicado? Comprometerá o meu modo de ser como psicólogo? E por aí vai.


Enfim, são muitas questões, mas é necessário sair da zona de conforto e observar que os meios de se comunicar mudaram. Mesmo porque, não existe a opção de delete ou cancel dessa experiência.

12 visualizações0 comentário